Best*

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Beijo a tua face


Beijo a tua face,
Tu esqueces-me,
Olho para tua cara,

És a diva que me enlouquece,

Olho para ti,

Os meus olhos apaixonam-se,

Apenas eu sorri e vi,

E o meu coração sentiu um ardor,

Eu chorei, E senti,
Eras tu quem eu sempre quis,

Por momentos esqueci a minha vida que era um pavor,

Um abraço teu,

E a minha felicidade aumenta,

Um beijo vindo de ti,

E a minha história começa.


Lembrei-me que quando te conheci,

Não te podia tocar,
Tinhas um alguém,

E esse alguém eu tinha de respeitar,

Um amigo,

É um mano,

Um ser querido,

Um ser que acompanho,

Estou decidido,

Eu no futuro vou ver se te amo,

Por mais que pense,

Não sei o que sou,

Um ser estranho,

Um ser humano,

Um ser inútil,

Mas Por mais que seja estúpido,

a minha vida eu amo,

E se ate ao momento sobrevivi,

É porque a ti eu tenho,

O teu amor,

É a minha eterna paixão,
Que me provocou,

Uma ilusão,

De fazer querer que algum dia te ame,

E tu esqueces-me,
Porque eu não sou quem tu desejas,

E fazes-me um acenar de quem não engana.


Um xau,
Um até um dia,
O meu tempo foi perdido,

Mas eu não o queria,

Sou Apenas um amigo,

Que apenas te dizia,

Se te amo,

Apenas a minha vida não engano,

E é por ti,

Que sempre chorei e reclamei,

Uma vaga no teu coração eu nunca alcancei.



Jardins Proibidos.mp3 - João Mação