Best*

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Além do horizonte

Além do horizonte,

Há muitas historias para contar,

Eu queria ser uma delas,

Mas com alguém a quem me abraçar.

Tantos foram os episódios,

Que marcados por desilusões se afundaram,

Mas meu objectivo esse não era,

Porque queria ver quem amavam,

E que sempre me alegrara.

Não feches os olhos a realidade,

Tenta viver com serenidade,

Vive com paixão,

Porque nunca mais poderás viver sem ilusão.

Acabar com os problemas tentaste,

Mas porque fazer isso,

Se sempre disseste que me amaste,

Tu entornaste para cima de mim a amargura,

Que eu nunca pensei saltar com tanta loucura.

Fiquei cego por amor,

Tudo o que a minhas frente se punha,

Era afastado com todo o meu pavor,

Só a ti te queria,

Porque viver desilusões,

Irritante era,

Porque viver a vida,

Se é feita de desilusões,

Mais vale acabar a nossa com vida,

Se vais ter de viver depois.

Acredito na reencarnação,

Porque nenhum ser humano,

Tem o direito de viver só com dor,

Alegria é a nossa maior aliança,

Ao viver com ela,

Não há mais nada que te faça sorrir,

Como tu para mim,

No outro lado do horizonte,

Nossa historia ficou marcada,

Só porque nunca ouviram a palavra amor. Escrita por: João Mação



O meu primeiro texto que alguma vez escrevi!